11 de mai de 2014

Como recuperar pontas espigadas?

O post de hoje é pra falar sobre um problema que a maioria das pessoas que tem cabelo grande, sofre: pontas espigadas, duplas e ressecadas!


- Porque isso acontece?

O couro cabeludo produz uma oleosidade natural que tem a função de nutrir o fio, mas essa oleosidade não é capaz de chegar até as pontas. Por conta disso, as pontas ressecam e se rompem ou ficam com esse aspecto da foto.
O condicionador tem a função de reparar esse dano e por isso só é indicado usar da metade do cabelo às pontas, mas as vezes o dano é muito grande e é necessário um "empurrãozinho" pra que não seja necessário acabar cortando.

- Como recuperar?

Cabelo ressecado e espigado precisa de nutrição, e usamos óleos naturais para fazê-la.
Existem várias opções, dentre elas o azeite de oliva extra virgem, que é o que eu mais uso pois é super fácil de achar (supermercados) e se adaptou bem com meu cabelo. Mas você pode usar outros como óleo de coco, óleo de argan, óleo de amêndoas, óleo de macadâmia, óleo de abacate, etc...

- Como aplicar?

O ideal é deixar o máximo de tempo que puder. Normalmente faço umectação noturna, em que eu aplico de mecha a mecha por todo o cabelo, coloco uma touca de plástico e outra de pano e durmo, tirando apenas no outro dia de manhã. Se você não puder fazer isso, adicione na máscara de hidratação! (Lembrando que a primeira opção é muito mais eficiente).

- Com que frequência?

Se você nunca fez isso antes, faça nas duas próximas lavagens, e a partir disso, siga de acordo o cronograma!

Além de todos esses cuidados, é importante lembrar que antes de usar secador e chapinha, o uso de um bom anti-térmico é imprescindível para que o calor não resseque ainda mais o cabelo. Se achar necessário, aplique reparador de pontas depois da escova!
(!) Outra dica muito bacana é adicionar algum desses óleos na tinta que for passar no cabelo pois eles evitam que resseque tanto.

Então, quem está com as pontinhas nesse estado, não se desespere, tem solução mas precisa de paciência! Espero que o post tenha ajudado, até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário