24 de mai de 2015

ABC dos Cacheados com Andressa Vasconcelos


Oi oi, gente! Hoje a Iasmin resolveu fazer algo bem diferente com vocês aqui no blog, ela pediu pra que eu ajudasse vocês, leitores dela e que tem cabelos crespos/cacheados/ondulados, é uma fofa não? E obviamente, eu topei e estou aqui. haha


 Bom, hoje eu vim falar de algo bem simples, mas que é o terror de tooooodo cacheado, o ABC do cabelo cacheado. Afinal, quem já não se perguntou qual o seu tipo de cabelo? Qual o melhor finalizador? Qual a melhor hidratação? Como cuidar após ir a praia/piscina e como evitar o ressecamento? Literalmente, nós ficamos de cabelo em pé! E para ajudar um pouquinho vocês a darem o primeiro passo, a Iasmin abriu um espacinho no blog dela para que eu estivesse aqui hoje. 
Vou falar primeiramente de como reconhecer seu tipo de cabelo e quais as características de cada um deles. É o primeiro passo, todo cacheado deve reconhecer seu tipo de cabelo. 
 Existem 8 tipos de cabelos pelo mundo, todos eles tem suas características marcantes e um modo diferente de cuidar, e não há - lembrem-se disso - cabelo ruim. 

Tipo 1: São os cabelos lisos, aqueles bem retos e sem nenhuma ondulação, é o cabelo desejado pela maioria massante das mulheres. É comum a oleosidade nesse tipo de cabelo. 
Tipo 2: São os cabelos lisos porém com ondulações. Também é comum a oleosidade nesse tipo de cabelo, pois, por não terem ondulações ou cachos, que os cabelos de tipo 3/4 têm, é comum que a oleosidade do couro cabeludo chegue, pelo menos, até a metade dos fios. 
Tipo 3: São os famosos cabelos cacheados. A característica marcante são os caracóis formados da raiz até as pontas, e é comum o ressecamento das pontas e a desidratação, pois há falta de óleo e de água. A oleosidade do couro cabeludo dificilmente passa disso, o que o torna mais desidratado e com o aspecto de "sem brilho", mas isso pode ser facilmente resolvido e eu também irei ensiná-los a cuidar. - E é meu tipo de cabelo. 
Tipo 4: Os famosos black power! Crespos. São cabelos muito frágeis que sofrem o dobro com ressecamento e desidratação. E vamos logo quebrando um mito que atravessa dezenas de anos. Não é cabelo maltratado, é cabelo do tipo 4! - Meu cabelo também tem características do cabelo tipo 4. 

Para saber mais sobre os tipos de cabelo, é só dar uma rápida pesquisada. Para cada tipo de cabelo existem umas 3 subcategorias, e com certeza o seu cabelo se encaixa em alguma/as delas. E eu coloquei no plural porque é comum que as pessoas cacheadas e crespas não tenham apenas uma característica, mas duas. 

O que não devo usar no meu cabelo cacheado/crespo? 

Viiiix! Isso é uma dúvida comum entre as pessoas de cabelo crespos e cacheados, mas a dúvida pode ser tirada facilmente. 
É proibido permanentemente o uso de petrolatos, parafina e óleo mineral, entenderam?
Normalmente os derivados do petróleo vem descritos nos rótulos da seguinte maneira: Petróleo Liquefeito, Petrolatum, Parafina Líquida (Paraffinum Liquidum), Óleo Mineral (Oil Mineral ou Mineral Oil), Vaselina e Óleo de Parafina. Clique aqui e encontre lista completa!
A explicação para isso também é simples, os petrolatos não hidratam e nem nutrem o cabelo e, além de tudo isso, mesmo que os óleos minerais sejam famosos na hidratação de cabelos, não passa de um mito. A única coisa que acontece, de verdade, é que os petrolatos mascaram seu cabelo, parecendo mais hidratado e nutrido, mas os efeitos duram no máximo até a próxima lavagem. Sem contar que, o uso contínuo dos produtos pode realmente prejudicar a saúde das madeixas. 

O que fazer para realmente hidratar e nutrir meu cabelo? 

Existe um tipo de "calendário" chamado cronograma capilar, que se divide entre hidratação, nutrição e reconstrução. 
Hidratação: É a recolocação de água nos fios. 
Nutrição: É a recolocação dos óleos essenciais nos fios (óleos vegetais, nada de minerais).
Reconstrução: Como diz o nome, é a reconstrução dos fios após o uso de químicas (lembrando que as químicas estão presentes no shampoo, condicionador, finalizador, tintas, etc.) 
  
 Não gosto do meu tipo de cabelo, posso usar química?

 Nunca será algo que eu indico. Fui, literalmente, refém da química por mais de dez anos e está para nascer arrependimento maior que esse. Mas, se seu cabelo realmente te deixa com baixa auto-estima, faça o que achar melhor, mas a química ao invés de diminuir o "trabalho" que o cabelo crespo/cacheado realmente dá, aumenta de forma monstruosa, sem contar que o seu dinheiro vai, literalmente, para o "ralo". 
  Fazia química de relaxamento desde os 5 anos de idade, não tive muita escolha sobre não fazer, não é? Era uma criança, e eu adorava aquilo. Mas quando fui chegando a maturidade de saber que meu cabelo enrolado era mil vezes mais bonito que aquele aspecto de quimicado, que além de tudo ficava ressecado e super feio. Em Junho de 2014, depois de 7 meses de transição, eu cortei. Eu descobri, literalmente descobri, como era meu cabelo natural, porque até então eu não tinha a mínima ideia de como ele realmente era, me apaixonei por ele novamente. Me encantei de verdade. E hoje eu o amo, amo cuidar, amo falar um pouco sobre, informar outras meninas sobre os "perigos" de usar química porque alguém indicou e tudo mais. E da experiência de transição e depois do big chop, o mais legal foi me apaixonar por mim novamente.



Qual o melhor finalizador para cabelo crespo/cacheado?

 Essa é uma questão muito complicada de ser respondida pois depende muito. Existem cacheadas que preferem os cremes mais grossos, outras, os mais ralos. Vai depender do tipo do seu fio e como ele vai se adequar. 
Esses próximos vídeos mostram dois métodos, o primeiro com creme, e o segundo com bepantol, soro fisiológico, água e creme.




Hidratação com café.
Quem não tem pó de café em casa, não é? haha. Bom, é simples também. Lave com o shampoo de sua preferência, faça um café bem forte, e misture um pouco a duas/três colheres de sua máscara de hidratação, leve ao cabelo e depois lave com o condicionador. O meu cabelo ficou ótimo com essa hidratação, mas há vááárias outras opções que você pode testar, indico também a com açúcar, maionese e aloe vera (babosa). 

Bom, acho que é só. Não quero fazer um post imenso porque cansa e eu consegui concluir a minha missão, passar o essencial para os cuidados com os cabelos cacheados, o que ainda é muito procurado por muitos. Se houver alguma dúvida é só mandar um email para bulletsinyourbeautifulhead@gmail.com, não sou nenhuma profissional mas ajudarei com o possível. Grande beijo! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário